BENFICA

Última hora: Roger Schmidt quer oferecer triunfo no reencontro com adeptos do Benfica (vídeo)

O Benfica iniciou esta quarta-feira a segunda semana de trabalho da temporada 2024/25, depois de um dia de folga, o primeiro desde que o plantel de 29 jogadores — que rapidamente passou a 30, com a integração de Gustavo Marques, defesa-central contratado em definitivo ao América Mineiro após empréstimo de sucesso na equipa B dos encarnados — se apresentou para trabalhar no centro de estágio do Seixal, a 3 de julho.

Ficou mais séria, mais virada para o futebol e para o jogo, a preparação dos encarnados, pois longe vão já os dias de testes físicos e exames médicos e aproximam-se a passos largos os primeiros compromissos competitivos da temporada: esta sexta-feira, em Águeda, com o Farense, da Liga (20 horas), e sábado ante o Celta, da Liga espanhola (19 horas).

Entrar a ganhar é, naturalmente, objetivo de todas as temporadas, mesmo na pré-época, mas para o Benfica deste ano e, sobretudo, para o seu treinador, entrar com o pé direito, vencendo a primeira partida com segurança e boa exibição pode ser fundamental.

Roger Schmidt, treinador dos encarnados, passou mau bocado na temporada passada, mas a reta final terá sido o momento mais delicado, chegando mesmo a lidar com situações muito graves, como em Faro, quando adeptos lhe atiraram garrafa de água após o apito final e a situação obrigou mesmo a intervenção policial.

Nesse sentido, o treinador alemão do Benfica quer manter um ambiente saudável e positivo em torno de si e da equipa, como tem acontecido no Seixal, e para isso sabe que é preciso oferecer algo de bom aos adeptos.

Os pedidos de demissão, os assobios e as críticas ficaram, esperam os responsáveis do clube da Luz, para trás, pelo que o objetivo agora é focar equipa e adeptos na preparação e na equipa, que conta com caras novas e dois reforços de peso: Pavlidis, ponta de lança contratado ao AZ Alkmaar e dono anunciado da posição 9, e Leandro Barreiro, médio internacional luxemburguês que deve ficar com a posição mais recuada do meio-campo.

São, pois, dois dos atrativos para os adeptos benfiquistas, que anseiam pela primeira apresentação da equipa, ainda privada de algumas das suas estrelas: João Neves, António Silva, Kokçu, Bah e Trubin estiveram no Europeu, Otamendi está na Copa América com a Argentina e daí segue para os Jogos Olímpicos de Paris.

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to top button