FC PORTO

Última hora: Octávio deixa grandes elogios ao Fc Porto e Pepe (vídeo)

Otávio, que chegou ao FC Porto em janeiro proveniente do Famalicão, revelou que pensou em «desistir» em 2022 por falta de oportunidades.

O defesa-central brasileiro chegou a estrear-se pela equipa principal do Flamengo em 2020, contra o Palmeiras, após um surto de Covid-19.

«Depois da estreia eu achei que teria uma sequência de jogos na equipa A. Desci para os sub-20 e joguei bem. Depois disso tive um momento de indisciplina, mas foi depois, quando eu vi que não iria jogar. Após esse período fiquei um pouco chateado, porque demonstrei que poderia jogar», afirmou.

«Fui para o Sampaio Corrêa e estava sem jogar. Na minha cabeça eu chegaria lá e teria oportunidades. Quando fui, estava em forma e colocaram-me a jogar. Creio que não fiz um dos meus melhores jogos e fiquei visto por isso. Depois mudou o treinador e ele disse que eu ia ter oportunidades, mas não tive. Tinha conversado com os meus pais e voltei para o Flamengo, já que tinha mais um ano de sub-20», começou por dizer, em entrevista ao Globoesporte.

Seguiu-se a mudança para o futebol português e para o Famalicão: «Quando eu cheguei ao Famalicão, o treinador pediu para eu treinar nos sub-23. Eu não queria, mas desci. Joguei quatro jogos, tive oportunidade na equipa principal e de lá não saí mais. No começo desta época, a nossa defesa era a melhor da Liga e uma das melhores da Europa. Em dezembro começaram a aparecer um muitas coisas nas redes sociais, notícias e essas coisas sobre o FC Porto. Eu achava bem difícil. Nem sempre essas coisas são verdade.»

Otávio acabaria mesmo por rumar ao FC Porto: «Estava a realizar um sonho. Quando cheguei lá, tudo era diferente. Jogar ao lado de um ídolo, o Pepe, foi incrível. O Pepe abraçou-me e ajudou-me muito. Conversava comigo depois dos treinos. Para mim não tem preço jogar ao lado do Pepe.»

O defesa fez a estreia na Liga dos Campeões diante do Arsenal, nos oitavos de final da Liga dos Campeões.

«No começo, na hora do hino da Champions, estava nervoso e ansioso. Um frio na barriga. É uma competição e um adversário que eu só via nos videojogos. Quando começou o jogo fiquei tranquilo, a equipa toda a passar confiança. Eu só desfrutei. O jogo foi incrível. Parece que tudo estava a acontecer da forma que eu estava a pensar. No primeiro jogo não poderia ter sido melhor para mim na minha estreia», disse.

O FC Porto terminou a temporada com a conquista da Taça de Portugal: « Eu tinha sido eliminado com o Famalicão da Taça e pude jogar de novo com o FC Porto. Pela forma como o grupo me acolheu, pela forma que estávamos na temporada, merecíamos terminar com um título. Foi muito importante para mim, por ser meu primeiro título como profissional e a jogar. Para coroar após o momento difícil que eu passei na minha carreira. E ter minha família toda comigo, não poderia ser melhor.»

Otávio alimenta a esperança de chegar à seleção A do Brasil, o que já aconteceu com Galeno, Pepe, Evanilson e Wendell: « Dorival [selecionador do Brasil] foi lá conversar connosco e mostrou que estamos a ser observados. Achávamos que Portugal não era muito visto. Mas depois que Galeno, Wendell e Pepê foram convocados, o Dorival conversou connosco. Isso deixou uma expectativa maior. Para fazer o nosso trabalho e mostrar que podemos chegar na seleção. A gente quer, almeja… é um sonho jogar pelo nosso país. Acredito que no momento certo as coisas podem acontecer.»

«O futebolista já perspetiva a próxima temporada: «Para mim, esta época foi vitoriosa e de muitas conquistas. Foi o ano mais feliz na minha carreira. Espero que possa fazer uma ótima temporada em 2024/2025. Não só eu, como o grupo todo. A minha primeira temporada completa no FC Porto. Tomara que seja vitoriosa e possamos conquistar títulos», atirou.

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to top button